if you walk out on me, i'm walking after you


bruna, 30 anos. i am i am i am.

if you walk out on me...
i'm walking after you.

links fantásticos |


30.12.10

há 25 anos sofro da maldição do reveillon, ou seja NUNCA tive uma boa passagem de ano, exceto uma vez 2004. antes, quando era criança e não tinha controle nenhum do curso das coisas, eu cagava e andava, pensava: quando for adulta vou estar com todos os meus amigos numa festa mais loca que o batman bebendo até não pertencer a mais ninguém. de fato isso aconteceu em 2004 - o ano que joguei lixo na casa do tony. (hoje parece bem ridículo, mas no dia foi legal)

comecei namorar em 2005 e neste ano aproveitei o oba-oba para ficarmos juntos. nem preciso dizer que foi uma bosta, tive enxaqueca, o pessoal bêbado ficou enchendo o saco e os meus amigos viadinhos ficaram chorando na virada. desde então sempre passamos com nossos pais no seguinte esquema: todos os anos com meus pais e uma vez com os dele. pode parecer que faço o tipo filhinha-do-papai, mas nem sou não. em 2007 fomos para a casa de praia dos pais deles, tudo lindo até um dia que a mãe dele achou que seria legal ir até uma ilha. eu tenho medo de água sim, eu tomo banho todos os dias. desde então alguma coisa estraga meu humor e decido ficar em casa.

este ano as coisas pareciam ser diferentes, planejei um final-de-semana sossegado em sp (pra ele não se preocupar com a volta do feriadão), pesquisei comidas fáceis de fazer, me organizei para voltar na segunda-feira... aí, eu descobri que o carinha qe mora com ele decidiu fazer uma festa lá. nessa hora você pensa: 'que mina chata procurando pêlo em ovo', e eu respondo: a pessoa mais mais... mais pé-no-saco do mundo outra pessoa que mora com ele já tinha conhecimento dos nossos planos e não falou nada, eu meio que descobri tudo via twitter, cantei a bola pro namorado e ele foi confirmar tudo. pronto cagaram no meu feriado. fora de cogitação passar o feriado com os pais dele (trauma demais). era pa eu ter contado uma história para minha mãe, ignorar a maravilhosa ceia, e passar o reveillon só com ele, mas pesquei uma mentira, fiquei muito puta e decidi virada do ano em casa. com ou sem ele, a decisão não é minha.

Labels: , , , , ,

bruna | 21:50 | 1 comentários